// Bilhões e Bilhões » аудиокниги, литература на иностранных языках. Books, Audiobooks, Literature in Foreign Languages
 
Случайная книга
Информация к новости
  • Просмотров: 205
  • Автор: renato
  • Дата: 27-10-2012, 20:40
  • 0
27-10-2012, 20:40

Bilhões e Bilhões

Категория: Portuguese » Non-fiction (Portuguese)

Bilhões e Bilhões

Author: Carl Sagan
Language: Portuguese
Format: doc

O livro de Carl Sagan, Bilhões e Bilhões, é composto de 19 capítulos independentes. É como se cada capítulo fosse um conto, porém são agrupados em três partes distintas. O tema que une os artigos reunidos em Bilhões e Bilhões é, enfim, a vida e a morte: do planeta, do Universo, do ser humano coletivo e individual.

Trata-se de uma coletânea de artigos, ensaios e conferências recolhidos por sua mulher. Bilhões e Bilhões desenvolve questões científicas, filosóficas e políticas que inquietavam o cientista desde Pálido ponto azul e O mundo assombrado pelos demônios (de 1996). Aqui também encontramos a mesma paixão na defesa da racionalidade, na compreensão da ciência como instituição laica, que não se guia por autoridade, crenças ou ideologias, nem a elas se subordina. Sagan sabe que a racionalidade, justamente por ser frágil, não busca o absoluto, mas é o único antídoto aos fundamentalismos; que a ciência não tem a pretensão de resolver todos os problemas, mas é o melhor meio que temos para resolvê-los; e que, em vez de monstro ou demônio, a técnica é apenas a aplicação do nosso conhecimento, para o bem ou para o mal.

Em todo o livro, são tratadas perguntas ainda sem respostas sobre a origem da vida, a possibilidade de ela existir também fora da Terra e a existência ou não de Deus. Também são abordados temas polêmicos, como o aborto e a influência do homem no meio ambiente, entre outros.

O artigo final do livro, "No vale da sombra", escrito num hospital de Seattle dias antes de Sagan morrer, resume bem suas "reflexões sobre vida e morte", como diz o subtítulo de Bilhões e Bilhões. Com serenidade filosófica, sem o mínimo gesto de desespero, desta vez o autor fala não do possível fim do planeta ou do universo, mas da sua própria morte.

"Cinco mil pessoas oraram por mim" - escreve ele - "numa cerimônia pascal na Catedral de St. John the Divine, na cidade de Nova York, a maior igreja da cristandade". E prossegue: "Um sacerdote hindu relatou uma grande vigília de orações realizada para mim nas margens do Ganges. O imã da América do Norte me falou de suas orações para a minha recuperação. Muitos cristãos e judeus me escreveram para me falar de suas preces. Embora eu não ache que, se há um deus, o seu plano para mim será alterado por orações, sou mais grato do que posso dizer com palavras àqueles (...) que torceram por mim durante a minha enfermidade".

Vida após a morte? Para Sagan, isto sequer constitui um problema. Confessa que "gostaria de acreditar que, ao morrer, vou viver novamente, que a parte de mim que pensa, sente e recorda vai continuar. Mas, por mais que deseje acreditar nisso, e apesar das antigas tradições culturais difundidas em todo o mundo que afirmam haver vida após a morte, não sei de nada que me sugira que essa afirmação não passa de wishful thinking". Eis o testamento de quem, em vida, sempre se nutriu com o criativo ceticismo da ciência, mas sem perder a capacidade de admirar a beleza do universo e espantar-se com suas muitas perguntas irrespondíveis. Sua despedida coincide com a da nave Voyager, pela qual foi um dos principais responsáveis. Cruzadas as fronteiras do sistema solar, ela agora mergulha no espaço interestelar.


Внимание! У вас нет прав для просмотра скрытого текста.

Автор(ы): Carl Sagan

Еще в этой категории:

    Уважаемый посетитель, Вы зашли на сайт как незарегистрированный пользователь.
    Мы рекомендуем Вам зарегистрироваться либо войти на сайт под своим именем.
    Информация
    Посетители, находящиеся в группе Гости, не могут оставлять комментарии к данной публикации.

    Архив новостей

    Сентябрь 2019 (2)
    Август 2019 (4)
    Июль 2019 (1)
    Июнь 2019 (2)
    Май 2019 (2)
    Апрель 2019 (5)
    ^